In uterus

In uterus

Olá mamã! Eu ainda não nasci mas o meu coraçãozinho já bate dentro da tua barriga. Consigo perceber o som da tua voz e reconheço o meu pai sempre que ele fala para ti – as borboletas que moram aqui perto de mim, também começam a bater as suas asas bem forte e o teu coração fica ligeiramente acelerado.

o calendário da felicidade

o calendário da felicidade

Um dos meus grandes problemas desde que os meninos saíram da creche e passaram para o jardim infantil, foi a comunicação com eles do que se passava na escola durante o dia. E, apesar de eles serem comunicativos e autónomos, são na mesma medida reservados. Não costumo fazer as tais perguntas-tipo “Como correu a escola?” ou “Hoje o que almoçaste?”

a ti, enfermeiro

a ti, enfermeiro

Querido enfermeiro, Desde cedo soube respeitar-te, não fosses tu o primeiro a estar sempre lá. Foste o primeiro a colher-me o sangue para as análises, foste tu que me seguraste quando me coloquei de pé depois da minha cirurgia. Foste tu que me administraste a medicação para me tirar a dor, e foste tu que eu vi, logo depois de acordar da anestesia.

“sou um menino agitado”

“sou um menino agitado”

Era terça-Feira pelas cinco e trinta e cinco e chegaste a nossa casa um pouco aborrecido. Pedi para me ajudares a encontrar a chave do carro para irmos aos correios que fechavam às seis.Sem resmungar, encontras as chaves e disseste-me com um sorriso rasgado: “estás a ver mãe, sou mesmo bom a encontrar as tuas coisas perdidas”. E és Realmente, és bom a encontrar coisas, como o teu irmão escondido na porta do armário ou até os comandos da consola que eu “arrumo” para não os veres.

instagram @bea.bond

This error message is only visible to WordPress admins

Error: There is no connected account for the user 2267436826 Feed will not update.